Questões

Filtrar por:

limpar filtros

Foram encontradas 3170 questões.
Interpretar um texto é poder ver todos os seus significados. Com essa ideia em mente, leia o texto a seguir com atenção.

Todas as ideias econômicas importantes podem ser enunciadas de forma simples. Para desenvolver uma ideia, é claro, você pode precisar de algum aparato formal a fim de fazê-lo de um modo sistemático, mas você pode enunciar a essência de uma ideia de forma simples. E, quando as pessoas dizem que uma ideia é complicada em demasia para ser enunciada de forma simples, isso significa que elas não sabem como enunciá-la de forma simples, algumas vezes pelo fato de que elas não a compreendem inteiramente”. (Gary Becker)

Indique a opção cuja informação está contida no texto lido.
  • A: O autor fala de um nível simples de linguagem, que não pode ser empregado em textos de conteúdo complicado.
  • B: As ideias complicadas podem ser veiculadas de forma simples, sem prejuízo de seu conteúdo.
  • C: Às vezes, algum aparato formal utilizado no texto pode prejudicar a simplicidade da linguagem.
  • D: Algumas pessoas, por ignorância redacional, não conseguem expressar ideias simples em linguagem formal.
  • E: A simplicidade da linguagem empregada está diretamente ligada à simplicidade do conteúdo a ser expresso.

Observe o texto a seguir.

Os países da América Latina não precisam criar uma civilização. Ela já foi criada pela Europa nos últimos quatro séculos. Cabe-nos assimilar essa civilização.” (Eugênio Gudin)

Sobre o conteúdo e a estruturação desse pequeno texto, assinale a afirmativa correta.
  • A: O conceito de civilização, nesse texto, se prende exclusivamente aos valores clássicos de cultura.
  • B: Entre os dois primeiros períodos do texto há uma relação, respectivamente, de causa e consequência.
  • C: O autor defende a criação de uma civilização nacional original, apoiada em valores europeus.
  • D: O texto mostra uma visão negativa das possibilidades culturais dos países da América latina.
  • E: O último período do texto mostra uma justificativa das ideias apresentadas anteriormente.

Observe o fragmento textual a seguir.


“O ensino superior no Brasil parece não ensinar o mínimo necessário às diferentes profissões, o que é evidenciado pelo péssimo desempenho profissional da grande maioria. A prioridade de um governo brasileiro deve estar sempre voltada para a educação, que é a fonte de todos os bens.”

Sobre esse texto, assinale a afirmativa correta.
  • A: O segundo período do texto reafirma as ideias já expressas anteriormente.
  • B: Os argumentos comprovadores de nossa má educação carecem de evidências convincentes.
  • C: A conclusão desse texto é a de que o grande culpado do péssimo nível de nossa educação está no atual governo.
  • D: A tese desse texto é a constatação de um péssimo serviço educacional das universidades.
  • E: Trata-se de um texto argumentativo em que a defesa da tese se apoia num argumento de autoridade.

Observe o segmento textual a seguir.

Todos os homens se dividem em todos os tempos e também hoje, em escravos e livres; pois aquele que não tem dois terços do dia para si é escravo, não importa o que seja: estadista, comerciante, funcionário ou erudito.” (Nietzche)

Sobre a estruturação desse texto, assinale a afirmativa correta.
  • A: Os vocábulos presentes na expressão “e também” são redundantes, bastando apenas um deles na frase.
  • B: O sentido de “e também hoje” já está incluído no termo anterior “em todos os tempos”.
  • C: A enumeração “estadista, comerciante, funcionário ou erudito” está em progressão de valor cultural.
  • D: A definição de “escravo” é dada em função do tempo livre variável nas diferentes atividades.
  • E: A diferença entre escravos e livres está na valorização do trabalho nas diversas profissões.

As opções a seguir apresentam frases em que há um termo sublinhado que estabelece relações de coesão com outro termo anterior.
Assinale a frase em que a identificação desse termo anterior está equivocada.
  • A: Na prosperidade nossos amigos nos conhecem, mas na adversidade somos nós que os conhecemos. / os = nossos amigos.
  • B: Aquilo que nos agrada em nossos amigos é a atenção que eles nos dedicam. / que = aquilo.
  • C: Quanto mais velho você fica, mais fácil é chutar a sua idade. / sua = você.
  • D: Vou lhe dizer um grande segredo, meu caro. Não espere o juízo final. Ele se realiza todos os dias. / ele = o juízo final.
  • E: O Natal é a época em que as pessoas ficam sem dinheiro antes de ficarem sem amigos. / em que = Natal.

Observe a frase a seguir.

“Os verdadeiros amigos são aqueles que realmente o conhecem e o amam independentemente de qualquer outra coisa.”

O problema estrutural desse pensamento é que
  • A: mostra uma longa estruturação sem qualquer pausa interna.
  • B: a falta de identificação da realidade que é referida pelo termo “qualquer outra coisa”.
  • C: traz duas ocorrências do pronome “o” sem antecedente identificado.
  • D: apresenta um erro gramatical relacionado ao mau emprego de um pronome indefinido.
  • E: ocorre a utilização de uma linguagem popular em uma situação de linguagem culta.

Entre os fragmentos textuais listados a seguir, assinale aquele que pode ser classificado como descritivo.
  • A: Não há limitação maior do que aquilo que você pensa.
  • B: Nunca tenha medo de sentar-se um pouco e pensar.
  • C: Mude seus pensamentos e você mudará o mundo.
  • D: É impressionante o que você não consegue quando não pergunta.
  • E: O aparelho de fax: máquina que permite que uma pessoa amontoe trabalho na mesa da gente.

Observe o pensamento a seguir.

“Se você pensa que alguma coisa está certa só porque todos acham isso, não está pensando”.

Esse pensamento se refere a um tipo de argumento que aparece utilizado no seguinte texto:
  • A: Como disse Einstein, faça o que você gosta e nunca mais trabalhará.
  • B: Uma pesquisa demonstrou que a população brasileira está ficando mais conservadora.
  • C: Todo mundo sabe que aquele que fala muito pouco faz.
  • D: Se chover, as ruas vão ficar alagadas e ninguém deve sair de casa.
  • E: Como vou ganhar bastante dinheiro em meu novo negócio, poderei facilmente pagar o empréstimo.

Assinale o segmento textual que se classifica entre os textos injuntivos.
  • A: Um breve comentário pode ser fruto de uma longa deliberação.
  • B: A palavra é do tempo; o silêncio, da eternidade.
  • C: Um investigador que tem todas as respostas sequer entende as questões.
  • D: Se sua mente não é aberta, feche a boca também.
  • E: O segredo é o primeiro assunto essencial nos negócios de Estado.

Observe o parágrafo inicial do romance Vidas Secas, de Graciliano Ramos.

Na planície avermelhada os juazeiros alargavam duas manchas verdes. Os infelizes tinham caminhado o dia inteiro, estavam cansados e famintos. Ordinariamente andavam pouco, mas como haviam repousado bastante na areia do rio seco, a viagem progredira bem três léguas. Fazia horas que procuravam uma sombra. A folhagem dos juazeiros apareceu longe, através dos galhos pelados da catinga rala.”

A respeito desse parágrafo é correto afirmar que se trata de um texto
  • A: narrativo, com inserções descritivas.
  • B: exclusivamente descritivo.
  • C: integralmente narrativo.
  • D: narrativo com inserções argumentativas
  • E: descritivo com inserções argumentativas.

Exibindo de 1 até 10 de 3170 questões.